>

O Duct Clean é um robô para limpeza e Inspeção de dutos de ar condicionado. Este equipamento tem duas funções, inspeção dos dutos de ar condicionado, como também a remoção da poeira dos dutos. O Robo Duct Clean deve ser utilizado em conjunto com um sugador para o trabalho de limpeza. Especialmente desenvolvido para sistemas de ar condicionado, proporcionado maior agilidade e rapidez no serviço de limpeza e inspeção. O robô pode alcançar lugares aonde as escovas manuais não conseguem chegar, assim tornando o serviço completo e profissional.

OBSERVAÇÕES IMPORTANTES
-Limpeza e Inspeção de dutos de ar condicionado.
-O Procedimento correto para limpeza de dutos de ar condicionado com o robô  Duct Clean (Brasil Robots) requer a utilização de um sugador/coletor de pó, para retirar a poeira removida pelo robô dentro da tubulação.
Aspiradores de pó comerciais não servem para esta tarefa, pois não tem capacidade de sucção necessária,  não possuem os filtros adequados, homologados pela ANVISA.

Kit do Robô de Limpeza:
1 Robô de vídeo inspeção e limpeza Duct Clean.
1 Modulo de controle 110/220 volts.
1 Conversor de vídeo USB.
1 Software para gravação e inserção de legendas em computador.
1 Cabo de controle com 20 metros.
1 Escova de 300mm e 400mm.
1 Monitor de lcd 7 polegadas.
1 Manual de Instrução Digital.

Especificações Técnicas
-Sistema de gravação de imagem com inserção e edição de legenda em computador sistema operacional Windows 2000, XP/Vista/7.
-Hodômetro parcial e total para calculo de distância percorrida pelo robô dentro da tubulação.
-Motor de acionamento da escova de 50watts e 500rpm.
-Escova rotativa em nylon com diâmetro de 300mm,400mm,500mm.
-Alimentação 127/220 Volts.
-Peso: 6.0 Kg.
-Câmera: NTSC/PAL-M 600 linhas 1/3 SONY Super HADII 0,001 lux (f/2.0).
-Iluminação por Leds com controle de brilho digital com 10 níveis de intensidade.
-Alcance do Controle por cabo: 20 metros.
-Fabricado em alumínio.
-Todos os parafusos usados na montagem do robô são de aço inox 316.
-Tração: 2 motores com torque total de 20,3kgf.cm.
-Temperatura de Operação: -10ºC a 50ºC.
-Velocidade de deslocamento: 13 metros /minuto +-5%.
-Este equipamento não pode trabalhar em tubulação com gases explosivos.

 

PROCEDIMENTO PARA LIMPEZA DE DUTOS COM O ROBÔ DUCT CLEAN

LEI SOBRE MANUTENÇÃO DE AR-CONDICIONADO ENTRA EM VIGOR

Todos os edifícios brasileiros, públicos ou privados, serão obrigados a fazer a manutenção de seus sistemas de ar condicionado. É o que determina a Lei 13.589/2018, sancionada na quinta-feira (4) e publicada nesta sexta-feira (5) no Diário Oficial da União.
Segundo a agência de notícias do Senado, a lei já está em vigor para novas instalações. Para sistemas já instalados, o prazo para cumprimento dos novos requisitos legais é de 180 dias depois de sua regulamentação.
Agora, os edifícios terão de adotar um Plano de Manutenção, Operação e Controle (PMOC), a fim de prevenir ou minimizar riscos à saúde de seus ocupantes.
O plano deverá obedecer aos parâmetros regulamentados pela Resolução 9/2003, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), e posteriores alterações, assim como às normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).
O objetivo é garantir a boa qualidade do ar interior, considerando padrões de temperatura, umidade, velocidade do ar, taxa de renovação e grau de pureza.
A lei será aplicada a todos os edifícios, mas os ambientes climatizados de uso restrito – laboratórios e hospitais, por exemplo – deverão obedecer a regulamentos específicos.
O presidente Michel Temer vetou apenas o artigo que atribuía a engenheiro mecânico a responsabilidade técnica do PMOC. Segundo a Presidência da República, tal regra criaria reserva de mercado sem necessidade.